A crise do setor leiteiro vem desestimulando os produtores gradativamente. O preço baixo pago pelo litro é uma das variáveis de acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha (Sintrafar), Márcio Ferrari.

Segundo ele, foram dois anos de retrocesso no valor pago aos produtores. Ferrari ainda salientou que a Serra não esteve envolvida nos casos de adulteração no leite, mas sofreu os reflexos.

Márcio destacou que em Farroupilha existem produtores que investiram muito alto com tecnologias de ponta e estão sendo prejudicados pela política do preço baixo. “Nos últimos dois anos não se tornou um negócio rentável”, comentou.

O presidente ressaltou ainda que nos últimos cinco anos mais de 18 mil famílias do Rio Grande do Sul deixaram de produzir leite.

Confira no áudio abaixo:

Áudios

Deixe o seu comentário!