A terceira aplicação do BTI contra o mosquito borrachudo ocorrerá no próximo dia 19. O trabalho envolve 557 moradores de 47 comunidades e está sendo realizado pela Secretaria da Saúde. O diretor de departamento da pasta, Juelci de Souza, em entrevista para a Rádio Spaço FM, comentou que houve um atraso na distribuição do BTI porque teve que ser feito um projeto de distribuição e de manuseio do produto.

O inseticida, comprado e estocado pela prefeitura, deve ter a liberação do estado para a entrega. Conforme o diretor, foi necessário fazer a vazão, a medida e o mapeamento de todos rios e riachos, além de apontar os possíveis focos de contaminação como galinheiros, chiqueiros e esgotos residenciais para colocar no plano de ação de 2019.

Souza ressaltou que o próximo passo é demarcar a metragem de todos rios para os pontos de aplicação. Segundo ele, irá ser realizado um treinamento com as comunidades para reduzir em 80% a demanda de borrachudos. Além disso, ocorrerão pesquisas sobre onde a incidência de mosquitos é maior para ter qualidade no retorno do tratamento.

O chefe do departamento ainda comentou que o controle se tornará eficiente quando houver o apoio das comunidades. Na entrevista ele lembrou que a distribuição foi realizada entre os dias 17 e 21 de dezembro e as aplicações ocorreram nos dias 22 de dezembro e 5 de janeiro.

Para as três aplicações no município foram adquiridos 800 litros de BTI. A secretaria ainda busca a preservação das matas, pedindo para que a comunidade plante árvores e limpe córregos. “Precisamos que a comunidade também nos ajude”, pontuou.

Confira a entrevista abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!