O deputado federal Jerônimo Georgen realizou uma palestra sobre a Medida Provisória 881 de Liberdade Econômica no Farina Park Hotel, na RSC-453, na Linha Sertorina, em Farroupilha, nesta segunda-feira, 19. O encontro, organizado pela Associação das Entidades Representativas da Classe Empresarial da Serra Gaúcha (Cics Serra), foi uma oportunidade para empresários entenderem os pontos do texto que poderá gerar novas vagas de emprego ao longo do tempo.

Georgen explicou sobre o incentivo da MP em relação à economia do país. “Nós temos uma perspectiva de geração de empregos nos próximos anos que pode ultrapassar 3,7 milhões de postos de trabalho”, afirmou.

De acordo com o político, a votação na Câmara dos Deputados demonstrou um entendimento do Congresso Nacional de que o Brasil precisa avançar, oferecendo condições para geração de emprego. “Não estamos mandando ninguém trabalhar, estamos autorizando. Quer trabalhar, trabalhe, quer contratar, contrate e pague os direitos trabalhistas”, concluiu.

Conforme o deputado, o Brasil é o 109º país com mais burocracia no mundo. Com Medida Provisória estabelecida no cenário brasileiro, a posição cai para 50ª. Ainda segundo Georgen, a MP de Liberdade Econômica pode impactar no crescimento de 7% no Produto Interno Bruto (PIB). O próximo projeto que irá entrar em pauta é a Reforma Tributária.      

A medida

A Medida Provisória 881 de Liberdade Econômica estabelece a redução de burocracias para criação de empresas privadas, permitindo trabalho aos domingos, além de empresas de baixo impacto ambiental não precisarem de alvarás das prefeituras e do Corpo de Bombeiros. Com a MP, o e-social, sistema que reúne os dados trabalhistas, fiscais e previdenciários dos trabalhadores, será trocado por um sistema simplificado.

Na última terça-feira, 13, a MP foi aprovada com 345 votos a favor, 76 contra, e uma abstenção na Câmara dos Deputados. Nos próximos dias ela passará pelo plenário do Senado.   

Ouça a entrevista abaixo 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!