O Observatório Social de Farroupilha apresentou na última quinta-feira, 27, o primeiro relatório de atividades realizadas pelo órgão que atua na cidade há quatro meses. O presidente da entidade, Carlos Alberto Paesi, o vice-presidente de assuntos institucionais e de aliança, Maurício Bianchi e o coordenador executivo, Bruno Varisco participaram do programa Fim de Expediente desta sexta-feira, 28, e explicaram os apontamentos feitos em alguns processos licitatórios do município. 

Paesi comentou sobre os valores que foram economizados pela administração neste período. “O nosso trabalho permitiu que o poder público municipal deixasse de gastar R$ 3 milhões”, destacou. O presidente contou ainda que o município teve uma economia direta de R$ 67 mil.

Eles afirmaram que duas licitações chamaram mais atenção. A primeira delas seria para a compra de livros didáticos no valor de R$ 2,1 milhões. As três empresas que entraram no processo licitatório eram da cidade de Fortaleza. Com isso a prefeitura cancelou a compra.

Outro dado apresentado pelo órgão foi sobre a compra de kits de robótica no valor de R$ 950 mil. A empresa vencedora do processo no município foi a mesma que ganhou outra licitação na cidade de Cabedelo no estado da Paraíba. Os integrantes do Observatório explicaram que os dados eram exatamente os mesmos nas duas cidades. Outro apontamento foi para itens com peculiaridades injustificáveis. Assim, esta compra também acabou sendo cancelada.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!