O promotor de justiça de Farroupilha, Ronaldo Lara Resende, comentou sobre as manifestações que ocorreram em todo o Brasil nesta quarta-feira, 15, relacionadas ao congelamento de verbas por parte do governo federal para as instituições de ensino.

Resende destacou que grande parte dos docentes criam uma ideologia dentro das salas de aula. “Existem núcleos formados por professores que têm uma determinada ideologia, impõem esta ideologia e não permite ao alunado a discordar e a debater, para criar novas teses”, destacou.

O promotor salientou aos estudantes que tenham atitude dentro das instituições e não se calem, buscando explicações do que é dito e que não aceitem tudo que é repassado pelos docentes. “Não seja um fantoche na mão do seu professor”, comentou.

Para ele a questão não pode ser generalizada, mas na posição obrigada em assistir uma aula por parte do aluno, o acadêmico acaba sendo aglutinado. “Essa cultura que se criou que transformou as universidades em uma caixa de ressonância do politicamente correto a serviço de uma ideologia de esquerda, isso é fato”, pontuou.

Resende também opinou sobre o posicionamento de Bolsonaro em relação às manifestações. “Sem o confronto de ideias você não desenvolve nada, você vai ser de fato o que o Bolsonaro disse, um idiota útil, você é um idiota, mas é útil por que dá voto a estas pessoas que querem isso e trabalham para que isso continue acontecendo”, finalizou.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!