A Escola Estadual Olga Ramos Brentano, localizada no bairro Primeiro de Maio em Farroupilha, segue enfrentando problemas com a falta de professores. A diretora da instituição, Márcia Guimarães Garcia comentou que ainda antes do dia 19 de fevereiro, data de início do ano letivo, a escola tinha o déficit de nove disciplinas e deveria aguardar cerca de 15 dias para a nomeação de novos professores para as vagas.

Entretanto já se passaram mais de 20 dias e nenhum docente foi enviado para a instituição. “Eu não sei o que fazer”, desabafou. Conforme a diretora, a escola ainda não tem professores de Artes, Educação Física, Matemática, Português, Literatura, Geografia, Filosofia, Sociologia e Física.

Márcia também ressaltou que o preenchimento destas vagas é dificultado pela morosidade das repartições públicas. “Barra na burocracia”, destacou.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!