Marcos Mendes Monteiro, de 40 anos, foi condenado nesta terça-feira, 7, a 17 anos de prisão por matar sua companheira Patrícia Specht no bairro América, em Farroupilha. Ele também feriu sua filha, que na época tinha um ano e dois meses, com uma facada no pescoço. O fato chocou a Serra Gaúcha em abril de 2018. 

A vítima foi atingida por 14 facadas dentro da cozinha dos pais de Mendes, após ela ter dito que iria embora de casa. O réu, depois de matar Patrícia, cortou o pescoço da filha que ficou internada na UTI pediátrica do Hospital Geral por quatro dias. Por este segundo crime ele irá cumprir mais sete meses de detenção.

Depois do ataque ele tentou cortar o próprio pescoço, mas foi socorrido e desde então seguia em prisão preventiva. O júri foi presidio pela juíza Maria Cristina Rech e a atuação na acusação foi realizada pelo promotor de Justiça Ronaldo Lara Resende.

Leia Também

Deixe o seu comentário!