Cerca de 30 bois que morreram em um acidente com um caminhão que capotou na última quinta-feira, 4, ainda não foram recolhidos e estão apodrecendo, causando incômodo para os moradores próximos. O fato aconteceu no km 47 da ERS-122, próximo à curva da morte, em Farroupilha.

A responsabilidade de fazer a retirada é da empresa que fazia o transporte da carga. De acordo com a moradora da localidade, Aline Zangalli, de 28 anos, a situação virou um descaso e muitas famílias estão sofrendo com o odor. "O cheiro está insuportável", concluiu. Além disso, algumas pessoas conseguiram carnear bois mortos e acabaram deixando pedaços de carcaças espalhadas nas proximidades.

Leia também

Cadeirante baleado em tiroteio morre em hospital de Caxias do Sul

“A lei do silêncio reina na Sfan”, destaca Major Juliano sobre os disparos de arma de fogo na Sfan

Imperatriz do vinho e damas de honra são eleitas na 16ª Fenavinho, em Bento Gonçalves

Deixe o seu comentário!