O gerente da Corsan em Farroupilha, Álvaro Moisés da Silveira Jacobsen comentou sobre a frequente falta de água nos finais de semana em vários bairro da cidade. Conforme ele, a demanda vem aumentando e os investimentos em novos reservatórios não estão acontecendo. "Se não forem realizadas obras emergenciais como duplicação da adutora e novos reservatórios, Farroupilha vai ficar sem água”, alertou.

A principal obra, que é a duplicação da rede adutora que vem de Nova Sardenha e que abastece mais de 70% do município, apesar de aprovada, licitada e pronta para ser executa, foi trancada pelo Daer, pois a rede passará pela área de domínio da rodovia.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!