O presidente da Farmed – Associação dos Médicos de Farroupilha, Dr. Milton Brechane esclareceu à população as dificuldades que os pacientes estão enfrentando no hospital São Carlos quanto ao atendimento. Segundo Dr. Milton, o não pagamento aos profissionais da área médica, fez com que houvesse uma quebra de contrato com a empresa prestadora de serviços médicos ao hospital. As cirurgias eletivas não estão acontecendo por não se tratar de urgência. O serviço de cardiologia está suspenso por quebra de contrato e o motivo é a falta de pagamento à empresa prestadora desse serviço. Dr. Milton diz que a classe médica está insatisfeita com a situação, pois não estão sendo remunerados há quase três meses e como pessoas comuns também têm seus compromissos financeiros. Dr. Milton explica que não se trata se greve dos médicos. Para ele os médicos não podem ser responsabilizados pela má administração do Hospital São Carlos.

 

 

Acompanhe na galeria de áudios abaixo (Áudios 1 e 2)

Deixe o seu comentário!