O vereador Arielson Arsego não vota em Catafesta para ser o próximo presidente da Câmara de Vereadores em 2014 e fala os motivos. Sobre o orçamento para 2014, diz que a bancada do PMDB está analisando, mas o que mais preocupa é o aumento no valor do orçamento e a diminuição no repasse de verbas municipais à instituições importantes e cita como exemplo, o Hospital São Carlos.

 

O vereador Paulo Dalzochio votará em Catafesta mantendo o acordo firmado no início do ano. Dalzochio ainda analisa o orçamento para 2014 e acredita que o valor apresentado pelo executivo, seja a soma das emendas orçamentárias federais que já estão garantidas e também os contratos de financiamentos que deverão ser assinados junto a Caixa Econômica Federal.

 

Confira na galeria de áudios abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!