O padre Ezequiel Dal Pozzo, que teve o nome envolvido em um caso de grande repercussão na Serra Gaúcha com o indiciamento do religioso e, posteriormente, o arquivamento do processo, comentou o fato durante o programa Fim de Expediente desta quarta-feira, 8. Uma mulher havia registrado ocorrência afirmando que o padre era seu ex-namorado, e que ele havia a agredido. Ela ainda declarou em depoimento que estaria grávida. Segundo Dal Pozzo, tudo não passou de um mal-entendido, pois apenas conhecia a mulher. “Ex-namorado, agressão, gravidez, nada disso”, esclareceu.

O padre também comentou que ficou mais tranquilo depois que o caso foi arquivado. “Eu posso dizer que estou bem, estou com a mente no lugar, eu enfrentei esta situação com consciência e com responsabilidade, com serenidade”, destacou.

OUÇA A ENTREVISTA COM O PADRE NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!