O jovem Elias Paim foi condenado a 29 anos e quatro meses de prisão em regime fechado por ter cometido duplo homicídio na madrugada do dia 19 de novembro de 2017, na Linha Jansen, no interior de Farroupilha. O júri popular ocorreu nesta quinta-feira, 22. 

Conforme consta nos autos do processo, ele matou a tiros Odair José Motta de Souza, de 36 anos, e Carlos Eduardo Fonseca, de 19, enquanto eles dormiam por causa de um telefone celular perdido. Na ação Paim furtou os celulares das vítimas e o Chevrolet Chevette de uma delas e, após o crime, incendiou o veículo. Os homens trabalhavam em uma propriedade próxima na colheita de pêssegos. 

Os trabalhos do júri ficaram sob a coordenação da juíza Maria Cristina Rech. O promotor Ronaldo Lara Resende atuou na acusação.

 

 

 

Leia Também

Deixe o seu comentário!