Integrantes da Companhia Rio Grandense de Saneamento (Corsan) estiveram em Farroupilha apresentando ao prefeito Claiton Gonçalves e ao presidente da Câmara de Vereadores, Thiago Brunet uma proposta de aditivo de R$ 182 milhões para melhoramento dos serviços prestados pela estatal. O valor, que será investido ao longo de 35 anos, será estudado pelo Executivo e, após, haverá a assinatura do contrato para que a Corsan utilize também essa verba em obras de esgotamento e abastecimento.

O diretor presidente da Corsan, Jorge Melo, em entrevista para a Rádio Spaço FM, comentou que os trabalhos relacionados ao esgotamento já estão sendo realizados e que o valor dará agilidade aos serviços. Além disso, uma parte deve ser entregue em até dois anos. Outro ponto que foi destacado pelo gerente da Corsan de Farroupilha, Álvaro Jacobsem da Silveira, é uma revisão no contrato que será realizada a cada quatro anos, após a análise do Executivo.

Durante o encontro na Câmara de Vereadores, Melo também recebeu um abaixo-assinado da presidente da Associação Farroupilhense de Proteção Ambiental (Afapam), Angela Silvestrin, com mais de 700 assinaturas pedindo uma maior atenção da companhia com a preservação dos mananciais e solicitando um trabalho mais eficaz da empresa.

OUÇA AS ENTREVISTAS ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!