O programa Spaço Livre deste sábado, 26, recebeu o colunista de tecnologia da Rede Globo no portal G1 e arquiteto de software, Ronaldo Prass. Durante o painel foram abordados diversos assuntos como a utilização de redes sociais, a idade mínima para crianças na internet, depressão entre jovens e outros.

Prass também contou que realizou uma experiência na qual ficou 30 dias sem usar as redes. Ele relatou que se sentiu tranquilo e de férias de certa forma. O especialista salienta que hoje as redes sociais são usadas como entretenimento e distração, mas que isso pode interferir na capacidade de concentração e na produtividade das pessoas. Ele destaca que é preciso equilíbrio e bom senso. "O brasileiro passa em média nove horas na redes sociais. A cada interrupção que você tiver, você leva 23 minutos para chegar naquele estágio de concentração quando você foi interrompido. Como você vai ser produtivo se a cada instante você está verificando seu Whatsapp e as redes?", questiona.

Além disso, ao longo da entrevista Prass explicou sobre a depressão, já que houve uma mudança cultural com a chegada da internet e atualmente se mostra apenas o lado bom do dia a dia nas redes, pois a vida virtual é mais prazerosa e as pessoas acabam construindo na internet a vida que gostariam de ter realmente. "A quarta maior causa de morte de jovens é o suicídio", ressaltou.

Por fim o convidado respondeu perguntas dos ouvintes e expressou sua opinião sobre diferentes temas.

Ouça o programa na íntegra 

Deixe o seu comentário!