A 1ª Semana do Ministério Público de Farroupilha trouxe como um dos palestrantes o promotor de Justiça e autor do livro 'Bandidolatria e Democídio – Ensaios sobre garantismo penal e a criminalidade no Brasil', Diego Pessi.

Durante o evento realizado na noite desta terça-feira, 15, ele comentou sobre o massacre sofrido pelo povo brasileiro. "O Brasil é um país campeão mundial de homicídios. São mortos 60 mil brasileiros por ano: um brasileiro é assassinado a cada nove minutos. Destes homicídios, menos de 10% são denunciados", explicou. "Um país que não prende 90% dos seus assassinos acha que a solução é desencarcerar".

Além disso, o promotor salientou que a média de homicídios triplicou em cerca de 30 anos, sendo que na década de 1980 eram registrados 11,8% por cem mil habitantes e hoje a média é de 30%. Ele também ressaltou que a guerra na Síria precisou de dois anos para matar o equivalente ao Brasil em um ano. "Morre mais gente no Brasil do que na guerra da Síria", conta.

Pessi acredita que é preciso construir mais e melhores presídios, investir e valorizar o trabalho da polícia e aprimorar a investigação, pois hoje o estado retira das pessoas os meios de defesa, não desarma os criminosos e sucateia a segurança e o sistema penitenciário. "O cidadão cada vez mais preso em casa e o delinquente cada vez mais a vontade para agir na sociedade", pontuou.

 

Áudios

Deixe o seu comentário!