Quatro dos seis criminosos mortos após o ataque a duas agências bancárias de Ibiraiaras foram identificados nesta terça-feira, 3. Conforme a Brigada Militar, dois eram de Caxias do Sul. Maicon Rafael da Silva (Guela) cumpria prisão domiciliar por roubo a lotéricas, residências e veículo, além de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Moises da Silva (Doente) também estava em prisão domiciliar e já havia fugido seis vezes da prisão. Ele possuía antecedentes por roubo a estabelecimento comercial e a um cartório de registro de imóveis e porte ilegal de arma.

Outro identificado era de Alvorada, região metropolitana. Richard Colares Torres (Ri) estava em liberdade provisória e, conforme a polícia, possuía antecedentes por roubo a pedestre, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal. O quarto criminoso morto foi identificado como Alex Jonas de Morais Rébis, que estava usando tornozeleira e era foragido. Rébis tinha antecedentes por associação criminosa, tráfico de drogas, roubo a estabelecimento comercial e a veículo.

No ataque ainda foram mortos mais dois criminosos ainda não identificados e o refém e sub-gerente do Banco do Brasil, Rodrigo Mocelin da Silva, 37 anos. Ainda conforme a polícia, dois assaltantes seguem foragidos.

Leia também

Preso após ataque a bancos em Ibiraiaras é morador de Farroupilha

 

Leia Também

Deixe o seu comentário!