O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, de Farroupilha, Roque Servegnini, que é ligado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), comentou sobre a próxima eleição ao governo do Rio Grande do Sul e as possíveis coligações que devem ocorrer, como a continuidade no apoio a reeleição de Sartori do MDB.

Servegnini destaca que não há nenhuma rejeição e que sua sigla não guarda rancor de ninguém. “Se tiver que sentar e conversar a gente conversa, mas se Pasqual não quiser nosso apoio, para nós melhor”, enfatizou.

O ex-prefeito de Farroupilha, Bolivar Pasqual, explicou que a parceiria firmada entre os dois partidos foi importante. “O governador Sartori, o MDB, o PSB, porque não, através do vice-governador o Cairoli, e as lideranças estaduais do PSB tem dado uma sustentação e tem dado um resultado positivo em termos de avanço no governo do estado”, ressaltou.

Pasqual ainda explicou que em Farroupilha existem alguns desacordos. “Claro que existe algumas divergências aqui a nível municipal, mas que nós relevamos acho que não é nada significativo”, comentou.

Ao longo da entrevista o ex-prefeito salientou que mesmo com essas divergências isso não irá gerar problemas entre os dois partidos e nem com as lideranças de oposição de Farroupilha. “Então eu não vejo nenhum um problema com relação ao Pedrozo, mesmo porque se furtaram na última e eu acredito que nessa vão continuar se furtando”, finalizou.

OUÇA AS MANIFESTAÇÕES ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!