O ex-prefeito de Farroupilha, Ademir Baretta participou do quadro Jogo Rápido no programa Fim de Expediente desta quarta-feira, 24, juntamente com Nádia Emer Grasseli, Jerônimo Portolan e Gilmar Signori. Diversos temas foram abordados, entre eles a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) construída no bairro São Luiz com recursos obtidos na administração de Baretta, a qual está fechada.

O político comentou que o atual gestor do município, Claiton Gonçalves tem outras prioridades, investindo em cargos e salários e esquecendo do povo que o elegeu. Para Baretta, se a UPA não está sendo usada para o fim que se destina, que se utilize o prédio para alguma secretaria que está pagando aluguel. “Mais um ato de estelionato eleitoral que ocorreu nas eleições de Farroupilha”, concluiu.

Leia também

Brigada Militar garante ostensividade no policiamento de Farroupilha durante reunião com a UAB

Audiência pública debate pontos e contrapontos da Reforma da Previdência

Sicredi participa do 8º Fórum Mundial das Cooperativas Vitivinícolas

 

Deixe o seu comentário!