O deputado estadual Álvaro Boessio participou do Fim de Expediente desta quinta-feira, 12, e fez algumas declarações sobre a atual administração. O prefeito Claiton Gonçalves havia comentado nesta semana, em entrevista para a Spaço FM, que Farroupilha precisa de uma voz mais forte no parlamento gaúcho. Boessio rebateu a afirmação e destacou que está tranquilo e sempre trabalhou para ajudar Farroupilha. Ele também salientou que a esposa de Claiton, Francis Somensi, que é pré-candidata a deputada estadual pelo PRB, será uma excelente candidata e tem grande chance de se eleger. 

Durante o programa, Boessio ressaltou que defende a Corsan e acredita que a água utilizada para abastecer a cidade é de qualidade. O deputado destaca que a estatal tem sim seus problemas, mas que estão sendo resolvidos com a troca das bombas. Em relação a suspensão do abastecimento na área invadida do bairro Industrial, Boessio declarou que a orientação partiu de dentro da administração. "Um secretário do seu Claiton pediu para cortar a água", explicou. O político ainda criticou a postura do prefeito. "O Claiton todo mundo já conhece, eu acho que ele está fora de si. Ele prometeu tantas coisas e não consegue cumprir, ele terceiriza os culpados", enfatiza.

Sobre o Hospital São Carlos, Boessio afirmou que Claiton queria que o hospital quebrasse para que ele e um grupo de médicos de outra cidade assumissem a casa de saúde. A ideia não teria dado certo pois a comunidade começou a ajudar com diversas ações. "O Claiton se considera Deus hoje na cidade. Vai ser marcado na história da prefeitura como um dos piores prefeitos", pontuou. 

Áudios

Deixe o seu comentário!