Em entrevista para a Rádio Spaço FM, a médica pediatra Heloísa Lopes de Souza comentou sobre a mortalidade infantil que é gerada pelo mau atendimento público dos médicos que não tem formação pediátrica e não conseguem dar conta de urgências e emergências mais graves. “Quem sabe de saúde de criança profundamente é o pediatra”, destacou.

Conforme a médica, a saúde pública como as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) contém apenas atendimentos pediátricos com clínicos, mas não contemplam pediatras formados. Ela esclareceu que os médicos que não tem formação precisam passar por um treinamento para serem capazes de atender corretamente o público infantil.

Heloísa ainda ressaltou que os pais devem retornar aos serviços médicos ou se dirigir às Unidades Básicas de Saúde (UBS) para procurar atendimento eficiente, mas caso não forem correspondidos deverão comunicar à Secretaria da Saúde e a administração para que resolvam o problema. “São eles que criaram o problema, são eles que podem resolver o problema”, pontuou.

Confira a entrevista abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!