O vereador Jonas Tomazini (MDB) comentou em entrevista para a Rádio Spaço FM que a administração municipal de Farroupilha está desorganizada, pois existem projetos que foram enviados para a Câmara de Vereadores faltando apenas uma semana para terminar o processo legislativo como a criação de Cargos de Comissão (CCs). “Não tivemos a oportunidade de discutir”, destacou.

Conforme o vereador, os três cargos criados na área da procuradoria geral do município terão salários entre R$ 7 mil e R$ 12 mil por mês, podendo representar, com encargos, R$ 600 mil por ano de despesa adicional. Ele ressaltou que uma emenda foi apresentada no dia da votação melhorando o projeto, mas impossibilitando novamente a discussão. Tomazini ainda esclareceu que as bancadas do MDB e do PP foram contra o projeto, resultando em um empate decidido pelo presidente da Câmara de Vereadores, Thiago Brunet.

Confira a entrevista abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!