Apesar da safra da uva deste ano ser considerada um pouco menor em comparação com a última, a fruta está se destacando pela qualidade. O engenheiro agrônomo da Emater, Marcos Cambruzzi, explica que o clima mais seco é fundamental e isso fez com que houvesse um amadurecimento precoce da uva. "A qualidade este ano está sendo muito boa", afirmou. As variedades niágara rosada, bordô e isabel vem se desenvolvendo bem já que não há tanta chuva neste período. A previsão é de que a colheita termine ainda no final do mês de fevereiro.
 
Confira a entrevista no áudio abaixo:

 

Áudios

Deixe o seu comentário!