O prazo de vacinação contra a febre aftosa foi prorrogado até 24 de abril no Rio Grande do Sul. A data limite para o produtor vacinar sua manada era esta terça-feira, 14, mas, por conta da pandemia de coronavírus, esse período foi adiado.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha (Sintrafar), Márcio Ferrari, orientou os produtores a ligarem para as casas agropecuárias antes de se encaminharem ao local para verificar se há doses disponíveis. “Ele deve ir a uma casa agropecuária credenciada, que não há nenhuma em Farroupilha. São os municípios vizinhos que tem: Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa”, informou.

Aqueles que não aplicarem a vacinação em sua manada podem receber multas que chegam a R$ 1 mil por cabeça de gado ou bubalino.

O produtor deve enviar a nota fiscal comprovando a vacinação até 30 de abril através do WhatsApp (54) 3261-1137 ou pelo e-mail [email protected] O número de WhatsApp é o mesmo do telefone fixo. A expectativa da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, é que 12,6 milhões de animais sejam imunizados, entre bovinos e bubalinos de todas as idades no estado.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!