As perda na produção de frutas em Farroupilha poderá chegar a R$ 28 milhões por conta da seca que assola o município e o estado. A estimativa é do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha (Sintrafar).

De acordo com o presidente do sindicato, Márcio Ferrari, a uva poderá ter o maior prejuízo com quase R$ 19 milhões. “É uma perda significativa para o produtor diretamente e para o município no retorno de impostos. São perdas grandes e podem se alastrar para o próximo ano”, explicou.

Além de uva, também houve prejuízo para o pêssego de mesa com R$ 4,5 milhões, a ameixa com R$ 1,3 milhão, a laranja com R$ 1,250 milhão e o caqui com R$ 1 milhão. Ele orientou os agricultores a fazerem cisternas, pois, segundo Ferrari, o próximo verão aponta novamente para mais uma seca.

O presidente do sindicato também não está otimista em relação à recuperação da economia na agricultura neste ano. “É muito difícil, praticamente impossível”, lamentou.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!