O presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RS Ascar), Geraldo Sandri, comentou sobre a retomada na kiwicultura no Brasil.

Segundo o presidente, as doenças que afetam a plantação fizeram com que a produção desta cultura diminuísse desde 2010, quando o kiwi estava no auge. “A Emater está presente, fazendo assistência técnica, extensão rural, parceria com as entidades que fazem pesquisa na evolução dessas doenças que atacam uma fruta como é o Kiwi”, salientou.

Sandri também acredita que a partir de um processo de recuperação da fruta é poossível pensar em uma nova perspectiva para o preço e outros aspectos econômicos. “O que se ganha agora? Uma perspectiva nova, uma nova linha de ação na questão o kiwi que pode ser sim um referência como sempre esteve”, sublinhou.

Capital Nacional do Kiwi, Farroupilha, comemorou o Dia da Kiwicultura, nesta quarta-feira, 14, com uma programação diferente, realizando palestras sobre o tema, além de atividades de campo.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Deixe o seu comentário!