O engenheiro agrônomo e tesoureiro do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha (Sintrafar), Adriano Callegari, em entrevista nesta sexta-feira, 25, à Spaço FM, comentou sobre as sementes que estão sendo enviadas para as pessoas que compraram qualquer produto diretamente da China.

Elas chegam em pequenas porções como 'brindes' de produtos comprados pela internet. Como não se sabe que tipo de semente é, qual o cultivo e nem a procedência, ele orienta para que não abram os pacotes e também não façam a plantação.

Callegari orientou as pessoas que ao receberem essas sementes entreguem para análises na Emater ou até mesmo no Sintrafar.

As sementes misteriosas já foram encaminhadas para os estados do Paraná, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina e estão sendo analisadas pelo setor responsável do Ministério da Agricultura.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!