A chefe do escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural ( (Emater), em Farroupilha, Márcia Georg e a engenheira agrônoma, Paula Kunde Mileck, explicaram os impactos do excesso de chuvas nos últimos dias.

O volume de ainda está dentro do aceitável. Paula explicou que houve relatos de doenças em alguns pomares e pedidos de seguro das plantações. “As flores não aguentam muito o excesso de chuvas. Se chover e fizer um tempo firme e quente tranquilo. Agora quando houver cerração aí fica preocupante”, esclareceu.

A expectativa da produção de uva é boa, apesar do clima. O tempo chuvoso prejudica a qualidade de produtos. Conforme o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Farroupilha (Sintrafar), a última safra de uva no município resultou em cerca de 650 mil toneladas.

Ouça o áudio abaixo 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!