Uma comitiva da Serra Gaúcha, que integra Ibravin, Sindivinhos, Agavi, Uvibra, Sintrafar e Fecovinho, busca em Brasília a não aprovação do livre comércio de vinhos entre Mercosul e Europa. Se a medida for aceita, tarifas de importados poderão ser zeradas, o prejudicaria o mercado nacional. Nesta terça-feira, 14, as entidades estiveram em reunião com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, na qual apresentaram as dificuldades do setor e solicitaram que o vinho não entre nas negociações.

Ainda na quarta-feira, 15, eles se encontram com ministro Chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha e debateram o assunto. O presidente do Sindicato dos Agricultores Familiares de Farroupilha (Sintrafar), Márcio Ferrari, que integra o grupo, comentou que a entrada de vinhos estrangeiros limita o mercado das vitivinícolas brasileiras. “A uva e o vinho chegaram na Serra Gaúcha, ajudaram a desenvolver, e continuam ajudando a desenvolver toda essa região”, salientou.

OUÇA A ENTREVISTA ABAIXO

 

Áudios

Deixe o seu comentário!