Apesar de nenhum país ter assumido a paternidade e nem uma explicação lógica, o Dia Mundial do Café é comemorado em 14 de abril. Seja ele carioca, pingado, cappuchino, americano ou expresso, o café é uma paixão mundial, sem dúvidas. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC), o produto é consumido por nove entre 10 brasileiros com mais de 15 anos.

O tão amado café, que ganhou o paladar de brasileiros e estrangeiros, traz inúmeros benefícios para a saúde de seus consumidores. O contraponto é o exagero, que pode causar um certo tipo de dependência. Tem pessoas que podem apresentar uma síndrome da abstinência quando não bebem café, gerando irritação, cansaço, inquietação e nervosismo. 

A bebida é rica em cafeína, que ajuda a manter o cérebro mais alerta durante o dia. Além disso, outras substâncias como cromo, cobre, zinco, manganês, magnésio e ferro também estão presentes na bebida e são envolvidos em inúmeras funções e vias metabólicas em nosso organismo, imprescindíveis para a manutenção do equilíbrio corporal. Eles trazem benefícios para o crescimento capilar e emagrecimento corporal.

Apesar de todos esses benefícios, porém, é preciso ter cuidado ao consumir café, porque sua principal substância, a cafeína é passível de dependência. Uma xícara de café expresso, por exemplo, tem em torno de 60mg de cafeína. O ideal é não consumir mais que 200mg de cafeína por dia, ou seja, mais de três doses.

Em altas doses, o café pode aumentar o risco de hipertensão arterial, diminuindo o diâmetro dos vasos sanguíneos e aumentando risco de infarto, segundo especialistas. Além disso, a bebida pode interferir no sono e gerar insônia em pessoas sensíveis.

Motivos para tomar

Se bebido na dose correta, sem excessos e sem açúcar, o café pode melhorar a concentração, acelerar o metabolismo, reduzir o risco de diabetes e diminuir o risco de Parkinson e Alzheimer.

Uma dica saudável: evite adoçar, aprenda a apreciar o gosto amargo da bebida. Em seis ou sete xícaras você estará acostumado.

Leia Também

Deixe o seu comentário!