Oficialmente criado em 1977, o Menudo era formado por cinco garotos jovens e bonitos, que aglomeravam as jovens adolescentes da época em filas nas entradas dos shows com suas músicas dançantes e baladas açucaradas, junto com as danças e remexidos no palco.

Foi no início da década de 1980 que os rapazes ganharam o mundo. O primeiro país da América Latina em que ficaram famosos foi na Venezuela, depois México, Argentina, Colômbia, Chile, Uruguai e Brasil. O grupo vendeu mais de 20 milhões de discos pelo mundo e encerrou suas atividades em 2009 com uma formação completamente diferente da primeira. Isso porque o integrante deveria sair quando completasse 16 anos de idade e, assim, outro mais jovem deveria entrar no lugar.

Com uma legião de milhões de fãs comparados à beatlemania, o grupo Menudo foi um fenômeno de maior visibilidade nos meios de comunicação rendendo frequentes aparições em programas televisivos, rádios, revistas, jornais e, sempre tinha aquele pôster nas paredes dos quartos dos fãs. Na época os shows costumavam reunir grande público, onde apenas estádios de futebol podiam comportar o número de pagantes. Além da venda de shows e discos, produtos como camisetas, bottons, álbuns, pôsteres, cadernos com capas dos meninos, materiais escolares e outros, garantiam a receita da banda.

Quando atingiu o máximo do sucesso na América Latina o Menudo era formado por Robby Rosa, Charlie Massó, Roy Rosselo, Ray Reyes e Ricky Meléndez, este substituído por Ricky Martin.

O auge do grupo porto-riquenho durou de 1983 a 1987. A imagem de meninos bonitinhos, com cortes de cabelo mullet (curto na frente e comprido atrás) e camisetas coloridas nas capas dos LPs, contrastava com grandes lançamentos como "Não se reprima", "If You're Not Here (By My Side)" e outras de sucesso fenomenal entre os jovens.

Grupo inspirou a criação de versões brasileiras
Na época, o então apresentador de TV, Gugu Liberato viu um potencial mercado que o Menudo abriu no Brasil e, através de uma empresa produtora a qual ele tinha participação, criou vários grupos com jovens para ganhar também o público feminino. Com a produtora Promoart, ele se destacou no ramo do empresariamento artístico e criou duas das mais relevantes boybands da história brasileira: Dominó e Polegar.

O comunicador participou de todo o processo para selecionar os integrantes dos projetos nas variadas fases que eles tiveram. Em 1984, o Dominó foi lançado com Affonso Nigro, Nill, Marcos Quintela e Marcelo como integrantes. Mais tarde, em 1989, o Polegar nasceu com Alan Frank, Alex Gill, Ricardo Costa, Rafael Ilha e Marcelo Souza como integrantes. Enquanto o Dominó perdia fôlego, os meninos do Polegar entravam no lugar do sucesso.

Menudo nos anos 90

Em 1990, o grupo retorna ao Brasil para a promoção do álbum e também da canção-título Os Últimos heróis. O figurino antes descolado e colorido, era então ao estilo roqueiro. Sergio Blass era o único membro da antiga formação que retorna ao país desde 1986, quando do lançamento do disco Refrescante, acompanhado dos novos integrantes Rubén Gómez, Robert Avellanet, Rawy Torres e o mexicano Adrián Olivares.

Menudo dos anos 2000

Em 2007 foi anunciada a volta do Menudo com a gravadora Sony BMG / Epic Records. o retorno foi através de um reality show, produzido pela MTV latina, intitulado Making Menudo, onde o público escolheria. Foram escolhidos José Bordonada Collazo, Chris Moy, Emmanuel Vélez Pagán, José Monti Montañez, e Carlos Olivero. Em dezembro, poucas semanas após se ter refeito o grupo, foi lançada uma amostra do que o grupo traria de novo através do single "More Than Words". O primeiro álbum teve seu lançamento no outono de 2008.

Nas telas

Para 2020, está sendo produzida uma série sobre a trajetória do Menudo que estará provavelmente na plataforma da Amazon Prime Vídeos. As locações estão ocorrendo no México, país que mais comercializou produtos do Menudo na década de 1980 e em Porto Rico, país original do grupo. "Subete a Mi Moto – La Historia de Menudo" apresentará toda a trajetória do grupo latino mais bem sucedido da história da música, desde suas primeiras atividades em Porto Rico na década de 1970.

Discografia

1977 - Los Fantasmas
1978 - Laura
1979 - Chiquitita
1979 - Felicidades
1980 - Más, Mucho Más
1980 - Es Navidad
1980 - Fuego
1981 - Xanadu
1981 - Quiero Ser
1982 - Por Amor
1982 - Una aventura llamada Menudo
1983 - A Todo Rock
1984 - Reaching Out
1984 - Mania
1984 - Evolución
1985 - Menudo
1985 - Ayer y Hoy / A Festa Vai Começar
1986 - Viva! Bravo!
1986 - Refrescante
1986 - Can't Get Enough
1987 - Somos Los Hijos del Rock
1987 - In Action
1988 - Sons of Rock
1988 - Sombras & Figuras
1989 - Los últimos héroes
1990 - Os Últimos Heróis
1990 - No Me Corten El Pelo
1991 - Detras de tu Mirada
1992 - Dancin', Movin', Shakin'
1992 - 15 Años de História
1993 - Vem Pra Mim
1993 - Cosmopolitan Girl
1994 - Imagínate
1996 - Tiempo de Amar

EP
2007 - More Than Words

Leia Também

Deixe o seu comentário!