Formada em 1969 por Rick Davies, a banda britânica Supertramp tinha outro nome: "Daddy". Na época, Roger Hodgson já participava como um dos protagonistas à frente do grupo que em 1970 foi batizado com o nome famoso, um apelido inspirado na obra The Autobiography of, a Super-Tramp de William Henry Davies.

Inicialmente classificado como estilo rock progressivo, o Supertramp combinava o rock tradicional, pop e art rock em sua música. Desde o segundo álbum Indelibly Stamped em diante, os fundadores Roger Hodgson e Rick Davies escreveram e cantaram separadamente as próprias composições. Em meados da década de 1970, chegaram a vender mais de 60 milhões de álbuns.

Hodgson compôs e cantou a maioria dos sucessos, tais como “Give a Little Bit”, “The Logical Song”, “Take the Long Way Home”, “Dreamer”, “Breakfast in America”, e “It’s Rainning Again”; Davies compôs “Bloody Well Right”, “Goodbye Stranger”, “Cannonball” "From Now One", "Crime of the Century," "Rudy". No entanto, sob o comando de Davies, Supertramp teve algum sucesso nos álbuns sem Roger Hodgson, tendo batido o record de audiência no Brasil em 1988, com mais de 100.000 pessoas assistindo shows.

O Supertramp foi um dos primeiros grupos a assinar com a filial do Reino Unido da A&M Records e o primeiro álbum, "Supertramp", foi lançado em 14 de julho de 1970 no Reino Unido e no Canadá.

Em Abril de 1977, era a vez do single Give a Little Bit, inicialmente escrito por Hodgson quando tinha 20 anos. Hodgson afirmou que se inspirou na canção dos The Beatles “All You Need is Love”, lançada durante o movimento de paz e amor dos anos 60.

A banda lança em 1979, o seu álbum mais popular, "Breakfast in America", gerando quatro canções bem sucedidas, The Logical Song, Goodbye Stranger, Take the Long Way Home e Breakfast in America. Esta série de sucessos rendeu um álbum duplo ao vivo gravado em Paris em 1980.

Nesta época, Hodgson mudou com sua família para Los Angeles na Califórnia, onde ele construiu uma casa e um estúdio, se dedicando à sua vida familiar e espiritual, durante a gravação de um álbum solo, Sleeping with the Enemy, que nunca foi lançado.

Esta separação geográfica praticamente separou ele do resto do grupo, durante a concepção e gravação do próximo álbum, "...Famous Last Words...", Davies e Hodgson encontraram muitas dificuldade em conciliar suas ideias musicais como antes e era evidente que Hodgson queria sair.

O álbum "...Famous Last Words..." foi lançado em 1982, e trouxe mais dois hits "It's Raining Again" e "My Kind of Lady".

Saída de Hodgson

Uma turnê mundial em 1983, serviu para anunciar que Hodgson não continuaria na banda. Hodgson afirmou que sua saída foi motivada por um desejo de passar mais tempo com sua família e fazer gravações solo.

O Supertramp, com o comando de Davies, continuou a ter sucesso, lançando "Brother Where You Bound" em 1985. Já o álbum de 1987 "Free as a Bird" experimentou bastante a música sintetizada, como em "I'm Beggin' You", que chegou ao n.º 1 na Hot Dance Club Songs.

A parada da banda

Além de sua mudança para material menos comercialmente orientada, os membros da banda decidiram abandonar todas as composições de Hodgson de seu setlist, a fim de continuar a estabelecer uma identidade separada dele. No entanto, o público se irritou com as omissões dessas canções durante uma turnê de 1985 com apenas as composições de Davies, em 1988, a pressão da primeira turnê no Brasil os levou a reintroduzir várias das canções escritas por Hodgson. Depois da turnê, o grupo se fragmentou.

Em 1996, Davies reformou o Supertramp com Helliwell, Siebenberg e o guitarrista/vocalista Mark Hart, que era novo à formação oficial. Quatro novos membros foram adicionados, bem como, oito novos integrantes. Com isso, "Some Things Never Change", surgiu em 1997, como um álbum que foi de encontro ao som anterior do Supertramp, lançando novos álbuns e turnês.

A banda continuou a tocar várias músicas escritas por Hodgson em shows ao vivo após sua reunião e Hodgson disse que pensava em ver futuramente uma reunião de Supertramp.

Retorno sem Hodgson

Em 2010, o Supertramp anunciou turnê com 35 shows na Alemanha, Portugal, Holanda, Itália, França e outros países europeus. Esta turnê foi chamada "70-10", para comemorar o 40º aniversário do primeiro lançamento do grupo. Mas Roger Hodgson embarcou em uma turnê solo em 2010 para Austrália, Nova Zelândia, América do Sul, Europa, Canadá e EUA e foi incapaz de se juntar à banda.

A turnê mundial de Hodgson continua em 2017 com concertos no Brasil, Argentina, Uruguay, Irlanda, Inglaterra, Holanda, França, Alemanha, Suíça, Bélgica, Espanha, Itália, EUA, Canadá, e Luxemburgo. E uma reunião de fato entre ele e o Supertramp nunca mais aconteceu. Hodgson segue fazendo turnê com músicos convidados e, em 2021, passará pelo Brasil nas cidades de São Paulo em 4 de março, Florianópolis em 5 de março, Curitiba em 7 de março, Ribeirão Preto em 10 de março, Belo Horizonte em 12 de março, Rio de Janeiro em 13 de março e Uberlândia em 16 de março.

Discografia

1970 - Supertramp
1971 - Indelibly Stamped
1974 - Crime of the Century
1975 - Crisis? What Crisis?
1977 - Even in the Quietest Moments
1979 - Breakfast in America
1982 - ...Famous Last Words...
1985 - Brother Where You Bound
1987 - Free as a Bird

Vídeos

Leia Também

Deixe o seu comentário!