A louríssima Madleen Kane nasceu em março de 1958 em Malmö, na Suécia, e já aos 17 anos começou a trabalhar como modelo para a revista alemã Burda Moden, estampando grande parte das edições publicadas entre 1975 e 1977. O seu corpo extremamente magro causou grande repercussão na época e partiu dela a revolução no mundo da moda que estabeleceria o padrão ideal para profissionais da área. Desde cedo Madleen foi preparada pela família para se tornar uma modelo profissional.

Vida de modelo

A infância de Madleen foi corrida e marcada por viagens a outros países, aulas de música, e de dança. Seu pai era um fabricante de pianos bem sucedido e, isso também trouxe uma estabilidade financeira para sua vida e consequentemente, muito luxo.

Madleen começou como modelo passando um tempo com a executiva Eileen Ford e sua família. Eillen é proprietária e foi co-fundadora da Ford Models, uma das primeiras agências de modelos profissionais. Aos 20 anos foi contratada para uma campanha publicitária da Ford Models e logo tornou-se celebridade na Alemanha, em um comercial de TV em que aparecia cantando.

Surge a cantora

A popularidade relâmpago atraiu a atenção do produtor Jean-Claude Friederich, proprietário da gravadora Boona Music Productions afiliada à CBS Records, em que decidiu investir na produção do álbum chamado "Rough Diamond", que foi originalmente lançado na França pela CBS e meses depois pela Warner Bros Records nos EUA, emplacando os hits "Rough Diamond" e "C'Est Si Bon" na Billboard Dance Chart.

O segundo álbum "Cheri" viria a emplacar somente com o segundo hit "Forbidden Love", enquanto as versões extended de "Fire In My Heart" e "Secret Love Affair" garantiriam a sua ascensão em diversos países do continente americano, junto com a balada "You and I".

No início dos anos 80, Madleen foi transferida pela CBS para a Chalet Records, parte da Prelude Records, e lançou o seu terceiro álbum "Sounds of Love", cujo single de estreia "Cherchez Pas" demonstrava uma tendência voltada à música eletrônica e que passou a ser exigida na época, com a súbita decadência da era Disco, através do uso abusivo de sintetizadores eletrônicos.

A parceiria com o renomado Moroder

De fato foi a baterista Keith Forsey, integrante oficial da sua equipe desde os primeiros anos, que tratou de apresentá-la ao produtor italiano Giorgio Moroder, recém desvinculado da Geffen juntamente com o parceiro Pete Belotte, e também precursor da música eletrônica em meio ao surgimento da synthpop.

Giorgio Moroder, exímio compositor e produtor de synthpop da época, que produziu hits para astros como Donna Summer, investiu na produção do quarto álbum de Madleen, "Don't Wanna Lose You" em 1981 e, as vendas alavancaram com o single "You Can" tornando-se sucesso absoluto nas principais pistas de dança, alcançando o ranking de três semanas consecutivas no topo da categoria Billboard Dance Charts. A colaboração com Giorgio Moroder pôs a carreira de Madleen nos trilhos do sucesso e reconhecimento mundial.

O álbum foi lançado pela gravadora Chalet Records, uma vez que, seu produtor e noivo Jean-Claude Friederich resolveu comprar da CBS. "Playing For Time", assim como "You Yan", obtiveram a mesma aceitação nas pistas de dança e em seguida a música "Fire In My Heart" sustentou as vendagens. Sobre Madleen e seu noivo, os dois casaram-se em 1983 e Madleen voltaria a gravar somente em 1985.

"Cover Girl", o novo álbum já pela gravadora TSR Records, foi um sucesso internacional de crítica em virtude da parceira com a produtora Stock Aitken Waterman, trio bem sucedido da história dance e um dos responsáveis pela implementação do que mais tarde o mundo conheceria como techno. Ambos os hits "I'm No Angel" e "On Fire" tocaram exaustivamente nas pistas de dança, porém não garantiram boa vendagem ao álbum.

Carreira em baixa

Somente em 1994 um novo álbum de Madleen Kane voltaria a ser lançado. Batizado de "12 Inches & More", contendo remixagens de seus maiores sucessos. Ela estava aparentemente um pouco entediada com o processo de gravação. Com isso, as versões dos álbuns são usadas no lugar dos remixes, possivelmente devido a problemas de licenciamento.

Em janeiro de 2010, os dois primeiros álbuns de Madleen foram reeditados no MP3 via Amazon. Em 2011, reeditou seu álbum "Rough Diamond" em CD.

Em junho de 2016, Madleen se apresentou em Miami. Em 2018, ela publicou suas memórias em um e-book chamado "Rough Diamond" através da Mindstir Media.

Discografia

1978 - Rough Diamond
1979 - Cheri
1980 - Sounds of Love
1981 - Don't Wanna Lose You
1985 - Cover Girl
1994 - 12 Inches and More

Leia Também

Deixe o seu comentário!