Os produtores Jacques Morali e Henri Belolo foram os grandes idealizadores da banda Village People, fundado em Nova Iorque, nos Estados Unidos em 1977. O nome originou-se do reduto gay novaiorquino Greenwich Village e a banda ficou conhecida por se apresentar com fantasias que evocavam símbolos de "masculinidade" como o policial (Victor Willis), índio norte-americano (Felipe Rose), cowboy (Jeff Olson), carpinteiro (David Hodo), soldado (Alexander Briley) e motociclista (Glenn Hughes). Também, Morali contratou Phil Hurt e Peter Whitehead para comporem os temas a interpretar pelos Village People.

História

Apesar de serem dos Estados Unidos, o Village People fez o primeiro sucesso mundialmente no Reino Unido. Assim, ainda em 1977, chegaram ao Top 50 britânico com o single "San Francisco (You Got Me)".

O sucesso nos Estados Unidos veio em 1978, com "Macho Man", um grande sucesso na época, onde os integrantes dançavam no palco com poses másculas em roupas que representavam posições totalmente masculinas. O grupo lançou também YMCA, In The Navy e outras.

O sucesso manteve-se em 1979 com "Go West" (regravado pelos Pet Shop Boys em 1993) e em 1980 com "Can't Stop the Music". Esta última música serviu de tema principal a um filme, lançado em 1980, sobre uma digressão dos Village People e que tinha precisamente o título de Can't Stop the Music. No entanto, nesta época, o disco sound já estava em grande declínio e o filme foi um fracasso que praticamente arruinou a banda em termos de popularidade.

Os Village People tentaram, sem sucesso, voltar ao topo, adotando o estilo neoromântico que estava em voga no início da década de 80 graças a grupos como os Duran Duran e os Spandau Ballet. Não deu certo e eles meio que caíram no esquecimento.

Em 1994, foi lançada a compilação The Best Of Village People, reunindo os melhores temas de uma das mais emblemáticas bandas do disco-sound com "Y.M.C.A", "Macho Man" e "In The Navy", os três mais emblemáticos sucessos do grupo.

20 anos

Em 1997, os Village People regressaram para uma apresentação que assinalou o vigésimo aniversário do nascimento da banda, mas já sem a presença do criador, Jacques Morali, que morreu em dezembro de 1991.

Com a morte de Glenn M. Hughes, o motociclista, em 2001, vítima de câncer no pulmão, a formação original do grupo sofreu alteração. Os integrantes atuais do Village People ficaram com Felipe Rose (índio), Alex Briley (soldado), David Hodo (carpinteiro), Ray Simpson (policial), Jeff Olson (caubói) e Eric Anzalone (motociclista).

O produtor e empresário Henri Belolo continua atuando no mercado fonográfico, como um dos donos do selo francês Scorpio Music. A Black Scorpio, que nos anos 70 e 80 lançou os discos do Village People, é uma de suas afiliadas.

O Village People continua em franca atividade pelo mundo afora fazendo shows em casas de espetáculo. Muitos integrantes passaram poelo grupo mas a energia continua a mesma.

Membros

Alex Briley (1977 até o momento)
Dave Forrest (1977 apenas esse ano)
David "Scar" Hodo (1977 até o momento)
Eric Anzalone (1995 até o momento)
Felipe Rose (1977 até o momento)
G. Jeff Olson (1980 até o momento)
Glenn Hughes (1977 até 1996)
Lee Mouton (1977 apenas esse ano)
Mark Lee (1982 até 1985)
Mark Mussler (1977 até 1978)
Miles Jaye (1983 até 1984)
Peter Whitehead (1977 apenas esse ano)
Randy Jones (1978 até 1991)
Ray Simpson (1980 até o momento)
Ray Stephens (1985 apenas esse ano)
Victor Willis (1977 até 1979)

Álbuns

1977 Village People
1978 Macho Man
1978 Cruisin'
1979 Go West
1979 Live and Sleazy
1980 Can't Stop the Music
1981 Renaissance
1982 Fox on the Box
1985 Sex Over the Phone

Vídeos

Leia Também

Deixe o seu comentário!