Situação frequente no centro de Farroupilha, a presença de ambulantes irregulares só tende a aumentar com a proximidade das festas de fim de ano. Preocupados com a irregularidade, comerciantes e líderes lojistas pedem providências do poder público e listam os motivos pelos quais não aceitam a venda dos artigos na rua. O Panorama desta quarta-feira reproduziu a opinião das partes envolvidas, entre elas a do secretário das Finanças, Benami Spilki que garante estar fazendo o máximo possível para combater a prática. 

Abaixo você confere as entrevistas na íntegra. 



 

Áudios

Deixe o seu comentário!