Uma das pautas do programa Fim de Expediente desta segunda-feira foi o aumento de ICMS no estado, proposto pelo governador José Ivo Sartori. Maurício Alexandrini comentou ser a favor da decisão, devido ao tamanho dos serviços do estado que a população quer, sendo necessário então buscar sustentá-lo. Gilberto Galafassi, mesmo sendo contra, crê que a solução de imediato é aumentar a arrecadação, devido à situação que o Rio Grande do Sul se encontrou, criticando a maquiagem das contas públicas, por anos usada com o dinheiro do depósito judicial. Fabiano Feltrin fez duras críticas a proposta do aumento, devido a promessa de campanha de Sartori em não fazer alterações nos impostos. O aumento de salários dos deputados e do executivo, logo no início do ano, causou revolta em Feltrin, que alegou não haver pessoas experientes administrando o serviço público, e cobrou reformas dentro do serviço público, para não deixar o povo pagar a conta.  

Áudios

Deixe o seu comentário!