O preço praticado por postos de gasolina de Portão e da região metropolitana de Porto Alegre intrigam o consumidor da Serra. Para buscar a resposta, a reportagem da Spaço FM ouviu o empresário do setor Marcos Benvenutti, que cita uma série de fatores para a diferença. Entre eles está a mão de obra mais cara e a preocupação em estar sempre regularizado nas mais diversas normas que regem o exercício. Ainda assim, Benvenutti também fica intrigado e diz que há algum mistério sobre os custos de outros locais. Sem ver muita lógica na diferença, especula se os impostos são arrecadados de forma correta e se o atendimento é o melhor possível. 

Áudios

Deixe o seu comentário!