O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) fiscalizou 17 postos de combustíveis em Farroupilha e a diferença entre preços chega a R$ 0,30.

Segundo o coordenador do Procon, Ademir Vanni, os estabelecimentos justificaram que estão usando produto em estoque antigo e por isso o valor está mais caro. “Se a gente perceber que houve abuso no preço, exemplo, se veio com redução na distribuição e não foi repassado, vamos analisar, ver caso a caso”, tranquilizou.

Atualmente, no município a gasolina mais barata está R$ 4,27 a comum e R$ 4,39 a aditivada, mas existe também posto cobrando R$ 4,56 ou seja, R$ 0,30 mais cara.

Vanni orientou os consumidores a pesquisarem os preços. Em muitos postos ele explicou que há descontos para aqueles motoristas cadastrados. “O consumidor tem que pesquisar”, aconselhou.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!