O quarto reajuste do preço da gasolina neste ano já resulta numa alta de 34,78% e está causando um reflexo negativo nos postos de combustíveis.

Conforme o gerente da Rede de Posto Modelo, em Farroupilha, Antônio Carlos Santos, esses aumentos não são benéficos nem para os postos, nem para o consumidor.

Segundo Santos, houve uma queda acentuada no valor do ticket médio e o consumidor deixou de encher o tanque. Ele também percebeu que muitos clientes que abasteciam com valores acima de R$ 100 acabaram reduzindo para R$ 50, R$ 30, até R$ 20. “Esperamos que não suba mais”, declarou.

O gerente salientou que a intenção é deixar o cliente satisfeito e por este motivo a empresa reduz a margem de lucro e trabalha com o mesmo preço da gasolina comum e aditivada.

O óleo diesel também teve 15% de aumento e está mais caro nas bombas dos postos de combustíveis. "A gente não sabe onde isso vai parar”, lamentou.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!