A falta de professores e funcionários em várias escolas estaduais de Farroupilha vem causando problemas neste início de ano letivo. A coordenadora da 4ª Coordenadoria Regional de Educação (4ª CRE), Janice Terezinha Zambarda Moraes, em entrevista à Spaço FM, relatou que nas escolas Olga Ramos Brentano e Júlio Mangoni o assunto está bem encaminhado, mas não especificou uma data, nem prazo para solucionar a questão.

Janice ressaltou que todas as instituições de ensino de Farroupilha estão passando por uma revisão para que não haja injustiça e nenhuma fique sem o atendimento necessário. Ela salientou ainda que as decisões nas contratações dos docentes é unicamente do governo estadual e não da coordenadoria.

Abaixo você confere a realidade das escolas estaduais em Farroupilha:

Escola Estadual José Fanton 
Faltam funcionários para limpeza e cozinha e professores de Matemática e Educação Física, porém já foram autorizados os contratos.

Colégio Estadual Olga Ramos Brentano
Falta funcionário para limpeza e professores de Artes, Educação Física, Língua Portuguesa, Sociologia, Filosofia, Matemática, Geografia, Literatura e Física.

Escola Estadual Júlio Mangoni
Faltam quatro professores de currículo nas séries inicias, 1° ao 4° ano, e de História, Geografia e Química.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!