A Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (Cnec) está comemorando 60 anos de fundação em Farroupilha nesta quarta-feira, 25. O ex-diretor da escola, Marcos Pretto, e a professora de Artes há mais de 30 anos na instituição, Isabel Kurmann estiveram no Spaço Rádio Jornal e comentaram sobre o dia histórico da Cnec.

Isabel lembrou do grupo de teatro e dos ensaios na escola e a ida para festivais em cidades como Gramado, Canela e Caxias do Sul. Segundo Pretto, mais de 13,5 mil jovens passaram pela instituição ao longo dos 60 anos. Ele citou que vários alunos obtiveram sucesso em suas vidas, inclusive o prefeito eleito, Fabiano Feltrin (PP).

O locutor da Rádio Spaço FM, Heitor Arruda também participou da instituição e fez história como aluno, se formando na primeira turma do ginásio e posteriormente como professor de Matemática entre 1967 até 1970.

Pretto destacou as origens da Cnec, que tinha o objetivo de proporcionar educação para as pessoas que não tinham condições financeiras. “A nossa entidade, a Cnec, é comunitária. Muitos desses 13,5 mil estudaram na Cnec com o auxílio de bolsas. É um momento de gratidão enquanto comunidade”, explicou.

ORIGENS

Campanha Nacional De Educandários Gratuitos (Cneg) foi criada pelo quarteto Itacyr Luiz Feltrin, Thomaz Molina Martins, Álvaro Pessin, e Antão de Jesus Batista, que foi o primeiro presidente, em 25 de novembro de 1960. A Cneg, que mais tarde seria chamada Cnec, era a administradora da Escola Normal Ângelo Antonello e posteriormente do Ginásio Senador Alberto Pasqualini. A partir de 1961, o ginásio passou também para o turno da noite, com o intuito de oportunizar aqueles que trabalhavam durante o dia de realizarem os seus estudos em período noturno.

CONFIRA AS MENSAGENS DE HOMENAGEM RECEBIDAS PELA SPAÇO FM 

  • Marcos Ricardo Pretto - 60 ANOS - COLÉGIO CNEC FARROUPILHA ANGELO ANTONELLO
    Hoje, dia 25 de Novembro, o Colégio Cnec Farroupilha Angelo Antonello completa 60 anos. Tendo a oportunidade de conhecer a sua proposta pedagógica e durante 3 anos prestei uma singela contribuição ao trabalhar lá. Hoje envio minhas felicitações ao colégio e a todos que contribuíram e que ainda contribuem para continuar desenvolvendo conhecimento para a vida de todos os nossos jovens, especialmente com o forte princípio da valorização do ser humano. Ao longo destes 60 anos, mas de 13.500 jovens passaram pelos seus bancos escolares, sendo que hoje podemos encontrar ex-alunos do Colégio Ângelo Antonello em importantes posições em muitas empresas de nossa cidade, em escolas, órgãos públicos, comércios, atuando como profissionais liberais, empreendedores e até prefeito. Parabéns ao Colégio pela sua trajetória na sua missão de desenvolver conhecimento para a vida, na sua visão de formar vencedores! FELIZ ANIVERSÁRIO.
  • Jones Strapazzon - Particularmente eu quero agradecer e parabenizar a instituição CNEC, do qual fiz parte na turma do ginásio de 1969. No ano passado realizamos um encontro na instituição com a participação da maioria dos alunos, professores e direção.
    A atual direção do CNEC nos recebeu carinhosamente e acabamos nos homenageando com muitas lembranças e muita alegria. Foi um encontro maravilhoso entre alunos, professores e diretores da instituição. Como ato celebrativo plantamos uma árvore (Ipê amarelo) no pátio que está lindo e florido e um grandioso almoço com todos os participantes organizado pelas jovens alunas Ione Ducati e Gilce Tartarotti. Este ano havíamos planejado novo encontro e foi adiado em razão da situação atual que enfrentamos. Nossa turma teve a honra da inauguração do prédio atual que se deu a 50 anos. Nossa homenagem e agradecimentos a CNEC que nos permitiu dar o impulso às nossas vidas.
  • Miguel Tonet Júnior - Fui aluno do Cnec de 1994 a 2005. Tenho que agradecer a todos professores em especial: professor Antônio Forest. Terezinha Faguerazzi. Fernanda Lazzari. Professora Janete do pré 2. Viviane Cambrussi. Leani Felicetti. Cléber Cremonese, Rose Bonetto, a ex-diretora dona Edite Tartarotti. Entre muitos outros. Um abraço a todos.
  • Fernanda – Estudei no CNEC em 1996. Magistério. Professores: Marijane Damin, Ana Rovati, Antônio Forest e a diretora Edith. Época boa.
  • Antonio Colleoni – Minha lembrança bacana é com a Isabel Kurmann e nosso grupo de teatro.
  • Tatiane Lunardi – Estudei no Cnec de 1995 e 1998. Época ótima, lembro da profe Corália, Dona Edite e várias outras.
  • Mateus Bertollo – Fui aluno em 1996 e 1997 e quero agradecer ao grande professor Antônio, não posso esquecer do inesquecível e muito querido “Djéio”, do bar do Cnec.
  • Fabiana – Estudei no Cnec em 1996, no supletivo à noite. Lembro do professor Renan de matemática, ótimo professor. Da Ana Feltrin de História, do Rogir.
  • Eliede de Pariz – Professora Miriam Barbizan foi minha professora na Cnec fez aniversário ontem. Ano de 1974.
  • Maria Heloísa – Lembro com saudades da época do Cnec. Fui uma das pioneiras, que inaugurou o prédio que a escola está agora. Na época eram apenas Três salas e a direção. Lembro com muito carinho da Dona Edite, da diretora da época, Maria Terezinha Franceschini e de todos os meus queridos professores, maioria falecidos. Como Dona Olga Brentano, Itacyr Feltrin, Padre Oscar Bertholdo e também dos meus queridos colegas, nossa turma era pequena, éramos somente em 14. Tem ainda Dona Elci, muito querida, professor Luis Carlos Sturtz, Dirceu Dala Riva e muitos outros os quais nunca vou esquecer. Após me formar, retornei a escola como professora e atuei por sete anos na escola Cnec. Muito obrigada e parabéns a escola Cnec.
  • Cristiane Sima – Cursei magistério e me formei no ano de 2000. Na época Dona Edith era nossa diretora. Lembro sempre com muito carinho os professores Inês Broilo, Marijane, Terezinha Fagherazzi, Glória, enfim, obrigada a todos. Precisamos também mencionar professor Júlio de Educação Física.
  • Araci Dartora – Gostaria de parabenizar e agradecer a excelente escola CNEC. Fui aluna a partir do ano de 1973. Aos professores e direção maravilhosos. Professores: Dionísio Tonial, Marijane Damin, Leoni Feliceti. Luis Fernando Feliceti, Vera, Edith, enfim... Agradeço a todos pelos excelentes professores que me ensinaram que além dos estudos, a vida é muito válida. Parabéns instituição e professores do Centro Nacional de Escolas da comunidade. Feliz novo ciclo.
  • Giancarlo Feltrin – Estudei no CNEC nos anos 80. Professores Sérgio Rossi, Henrique Krol, Jony Bampi, Leal Mauri.
  • Vera – Me formei em 80. Professores inesquecíveis: Joni Bampi, Sérgio Rossi, Bolivar Pasqual, irmão Dionísio, Lucinda Fossa, Vilson Pretto, diretora Elci Krol, entre tantos outros. Saudades desse pessoal.
  • Rafael Gustavo Portolan Colloda – Parabéns Cnec – Estudei desenho de 92 a 94. Colegas que são amigos de toda vida. Muitas lembranças positivas, divertidas. Histórias para contar. Professores muito especiais como: Antônio Forest, Nelson Crippa, Terezinha Fagherazzi, Ana Feltrin, Marta Galafassi, Angela Puhl, dentre outros.
  • Érico Razzera – Seria legal lembrar toda a equipe do Bar do Djéio lá do CNEC. O Rangel, a “Djéia”. Um professore que me deixou uma lembrança legal foi o Ary Zanonatto, grande advogado, que nos passou muito livro “cascudo” pra ler. Um professor para a vida!
  • Maria Dolores Sachet – Estudei na Cnec e me formei no magistério em 1979. Lindas lembranças. Quero homenagear a professora Olga Brentano, Elis Krol, Maria Heloísa Teles Paz, irmão Dionísio, Edite, Feliceti, Dolores Magioni que foi nossa paraninfa.
  • Heitor Arruda – Parabéns pelos 60 anos da CNC. Somos formados pela primeira turma do ginário Senador Alberto Pasqualini. Depois, professor, a partir de 1967. Lembranças de Antão de Jesus Batista, Itacyr Luis Feltrin e Thomas Molina Martins, responsável pela criação da entidade em Farroupilha, com o nome de Campanha Nacional De Educandários Gratuitos. CNEG.
  • Ademir Baretta – Estudei no CNEC de 1977 a 1979. Professores: Júlio Sfredo, Rosane Faccin, Vilso Preto, Eliza Rizo Fanton, Itaroty Fagherazzi e Clenar Bonetto. Inesquecíveis Rogério e Arthur Perotonni no Bar e Ginásio de Esportes. Fiz parte da famosa turma do pênico. Toda turma foi suspensa por pendurar um pênico atrás da porta da sala de aula.
  • Marilena Flores – Na década de 60 cursei magistério, sou da primeira turma com muito orgulho. Tivemos professores muito dedicados. Dentre tantos
    Dona Olga Brentano, Padre Oscar Bertholdo, Itacyr Feltrin. Minha filha Karen também estudou lá. Festejo junto com um grande abraço. Escola CNEC. Parabéns!
  • Zélia Corá Amaral – Parabéns CNC pelos 60 anos. Eu Zélia Corá do Amaral fiz o técnico em Contabilidade, a faculdade e pós graduação, tudo no CNEC. Meus filhos Flávio e Felipe também estudaram lá.
  • Maristela – Nossa Turma é do Magistério de 1979. Parabéns Escola Cenecista. Recordar e Viver.
  • Elói Martinho Guasseli - Rogério tenho muita confiança em falando desta entidade Cenecista. Sou aluno Cenecista desde da Cidade de Osório, onde estudei na época no ano de 1970 a 1973 me formando na época na área Contábil, depois vim para Farroupilha em 1979 onde meus filhos: a Quelen e o Izekiel estudaram no CNC desde o pré até o último ano do colégio na época 8⁰ ano escolar. Tive o prazer de fazer a faculdade em Administração de Empresa no colégio Cenecista aqui em Farroupilha no ano de 2005. Não vou nominar personalidades, porque posso até falhar em esquecer de alguém pois sei que é uma grande instituição de ensino é uma grande família. Abraços.
  • Renita Pegoraro – Estudei no CNEC em 1977. A professora foi Elenara Pereira. Bons tempos!
  • Estela Ely – Professora de Português e Literatura Marijane Damin Filipe.
  • Débora – Minha mãe Nilve Niqueti teve a felicidade de ser escolhida a mais bela Estudante do Colégio, na escolha da Rainha CNEC.
  • Suzana Cadoná Colombo – Me formei em 1977. Linda lembrança (foto no whats).
  • Beatriz – Estudei em 1975 na escola. Professor Júlio Sfredo, professora Marina, irmã da Dona Edite. Professora Isa Farinin, entre outros já citados. Parabéns.
  • Édson Paesi – Vale lembrar que o ginásio foi palco de vários eventos. A noite era point para assisitr jogos de futebol e tinha as massagens do Seu Arthur.
  • Dóki - Bom dia. Tenho o maior orgulho de dizer que eu e meu filho fomos dessa família CNEC. Desde 1968 onde ainda tinha Admissão no salão paroquial. Ali lembro do Vitório Vassoler. Depois fomos pro Grupo Escolar, era emprestado. Lá lembro da Dona Leonilda e o Arruda. No prédio atual fiz magistério. Selesino Brambila. Dona Edite, Elci, Arruda, Olga Brentano, Clenar Bonetto. Aqui quero fazer um agradecimento a todos em especial a Dona Edite nela homenagear todos. Quando meu filho foi desligado de outra escola porque era especial, na CNEC foi abraçado com todo amor do mundo. Gratidão, gratidão.
  • Eliane Baratieri – Tive o privilégio de ter feito o primeiro Técnico em Contabilidade. Tive excelentes professores.
  • Luciane – Estudei na escola, me formei no magistério com professores maravilhosos. E hoje, na quarta série, minha filha Laura Vitória está na escola também, desde a primeira série. Ama essa escola exemplar. Parabéns aos professores.
  • Joceli – Professores que foram muito importantes na formação da minha filha: Márcia Spinelli, Janete Perin, Franciele Galafassi, Benildo Bordignon, Diego Brustolin, Antônio Forest.
  • José Carlos Reiter – Vivi tudo isso, aprendi verbos com a Marijane. Bons tempos com o irmão Dídio. Tínhamos aula de etiqueta social em 1975. Que honra poder ter participado deste colégio. Em 1975 no Cinquentenário de Farroupilha, o coral da Cnec cantou para o presidente Geisel. Estive lá cantando.
  • Vera Luiza Fabro – Fiz o magistério na CNEC. Muita saudade da escola e das colegas. Moro em Flores da Cunha há 44 anos. Parabéns CNEC.
  • Pedro Lovato – Parabéns Cnec! Estudei lá de 1975 a 1977. Cursei o segundo grau. Só boas lembranças de colegas e profes. Lembro especialmente das professoras Olga Brentano, Elci Krol, Edith Grafulin, Estela Bica Ferrari. Curiosidade: a nossa geração depois se reencontrou em 1979 no quartel, pois nossa classe pegou tropa. Ah! Não tem como não mencionar o bar do Djéio.
  • Daniel Brambilla- Este Colégio e Faculdade orgulhou a muitos em Farroupilha. Foram anos de crescimento e desenvolvimento humano em várias áreas, como contábil, magistério dentre outros. A construção de laboratórios completos e avançados, auditórios, piscina aquecida e coberta e tantos eventos que já foram feitos lá, um orgulho pra a CNEC no Brasil. Meu Pai e sua grande equipe, na época, fizeram e faziam com muito orgulho.
    Parabéns a todos que participaram de verdade. Grande abraço. Tem ainda que lembrar do Tomaz Martins, Renato Bortolossi, Pedro Bolognesi.
  • Carina – Gostaria de parabenizar o CNEC pelo seu aniversário. Cursei o magistério entre 1993 e 1996. Lembro com carinho das profes Elci Kroll, Marijane, Antonio Forest, Dona Edith, dona Ivone, entre outros. Sou profe do município e muito do que sou devo a eles.
  • Márcia Rombaldi – Parabéns a família cenecista. Fiz minha formação no magistério e anos mais tarde tive o prazer de trabalhar como orientadora junto ao professor Marcos e a professora Isabel. Orgulho de ser Cnec.
  • Mérli Ledur - Eu sou do tempo do Cnec em duas etapas, a 1° no ensino médio, na turma tinha o Odone e Adauto Pigozzi, os dois eram hilários. Adílson (não lembro o sobrenome). Muitos que hoje estão como eu, na terceira idade,☹️ a diretora Krol querida, a Tartarotti (era brava). Até com o Ademir Baretta eu estudei, ninguém imaginaria que aquele Baretta um dia seria o que é hoje.
  • Arlete Sironi - Nossa quanta emoção relembrar esses tempos, década de 1970. Desde a sexta serie até terminar o segundo grau. Lembro do Sergio Rossi, profe de administração. Sérgio Bisol de contabilidade, Ricardo Ló de música.
    Na secretaria tinha Zangali, Ivone, Edite. Muitos colegas hoje são engenheiros, arquitetos, professores. Saudades. Grata a todos.
  • Laurindo Colombo – Parabéns especial para a professora Dona Verônica Radaelli que alfabetizou muitos que hoje são avós e bisavós. Sempre com seu carinho e dedicação a todos.
  • Elaine Dutra – Um grande abraço a profe Isabel, foi minha profe e profe das minhas filhas Luiza e Isabele Pelizzari. Sempre lembramos da profe Isabel com muito carinho.
  • Neiva M. Travi - Gostaria de fazer uma homenagem pelos 60 anos da Escola Cenecista. Estudei todo o 1° e 2° grau neste educandário que ajudou na minha formação e valores. Minha homenagem vai para todas as direções professores e funcionários que por ali passaram. Um agradecimento especial aos professores Dona Edithe, Dona Elci, professora Ivone Rech, professora Leonilda Pessin, professor Felicetti e memoráveis Dona Olga Brentano e Irmão Gigio (Dionísio Tonial). Parabéns Cnec pela bonita história construída em nosso município! E que venham muitos anos ainda fazendo o melhor pela Educação!    

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Leia Também

Deixe o seu comentário!