O secretário da Educação, Vinicius Grazziotin de Cezaro comentou sobre a proposta de retorno das aulas presenciais do governador Eduardo Leite (Psdb).

Cezaro ficou surpreso com a sugestão, uma vez que as decisões do município sempre foram baseadas nos indicativos epidemiológicos. “Não sei se seria um momento adequado”, comentou. O secretário destacou o aumento na curva de casos na cidade e afirmou que é preciso ter segurança para o retorno.

De acordo com Cezaro, o próprio governo apontava para uma volta de níveis maiores como a universidade e o ensino médio em um primeiro momento para depois chegar nos anos iniciais.

Ele também destacou que o município está buscando a preparação em relação às medidas de proteção sanitária. Para Cezaro, o maior problema não está nos protocolos de segurança, e sim em não ter uma definição. “O que a gente não pode é uma semana abre, na outra semana fecha. Se nós estamos tendo todo esse cuidado para abrir o comércio e determinadas funções, então vamos começar justo por uma etapa que é a que menos teria cuidados”, analisou.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!