As mensalidades da Fundação Nova Vicenza, em Farroupilha, não serão descontadas por conta da suspensão das atividades das escolas infantis no município. O presidente da entidade, Luis Fernando Felicetti, justificou que para oferecer descontos precisaria ter dinheiro em caixa para cobrir as despesas dos locais. “A fundação é uma entidade filantrópica, uma parte a prefeitura paga, as empresas pagam e a outra os pais”, destacou.

Felicetti explicou que os trabalhos da fundação não têm fins lucrativos e não há reservas em caixa para suprir as despesas. As aulas das escolas infantis estão paralisadas até 30 de abril, de acordo com o decreto estadual e municipal.

Ele também esclareceu que não há aulas programadas na entidade, pois não tem tecnologia disponível e o corpo docente não está devidamente preparado para aplicar as atividades.

O corpo pedagógico está programando algumas atividades lúdicas para os pais trabalharem com seus filhos, entretanto, segundo o presidente, não existe tanta necessidade de cumprir carga como se trata de educação infantil. Além disso, não haverá mais o período de recesso em julho e nem as férias de dezembro e janeiro. Atualmente, a Fundação de Assistência Nova Vicenza conta com quatro escolas infantis e cerca de 300 alunos.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!