As integrantes do movimento Lugar de Criança é na Escola, a médica pediatra Tamila Alquati e a neuropsicológia Kelly Vetorazzi Borges concederam uma entrevista que foi reproduzida na manhã desta terça-feira, 13. Elas comentaram sobre a importância do ensino, principalmente na formação das crianças, das séries iniciais. Tamila frisou que no início da pandemia, em março de 2020, muitas incertezas rodeavam os profissionais da saúde e da educação, mas com o passar do tempo, diversas dúvidas foram sanadas. Ela destacou que o não retorno do ensino presencial poderá acarretar em problemas cognitivos ainda desconhecidos. “A escola está preparada para receber as crianças, basta a gente levar a sério os cuidados”, afirmou.

A neuropsicóloga contou que ela e a colega de movimento têm dois filhos cada e contam com uma rede de apoio que ajuda nos cuidados com as crianças durante o tempo que as profissionais efetuam suas funções, mas ressaltou que nem todas as famílias tem esta possibilidade. “Mas quem não tem este suporte faz o que? Opta pelo filho ou pelo emprego”, questionou.

Ainda durante a noite desta segunda-feira, 12, a juíza da Primeira Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, Cristina Luísa Marquesan da Silva manteve a suspensão das aulas presenciais no Rio Grande do Sul. Em seu parecer a magistrada afirmou que não está cerceando o direito constitucional à educação, mas devido às condições críticas com a superlotação de leitos hospitalares é o mais prudente a se fazer.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!