O mês de junho começou com falta de professores na rede estadual de ensino em Farroupilha. Além dos docentes, também são necessárias merendeiras e serventes. A diretora do Colégio Estadual Farroupilha, Elezita Ferrari comentou que existem carências nas disciplinas de Português, Literatura e Língua Estrangeira (Inglês). Ela ressaltou que com o quadro funcional afetado, os alunos do turno da noite não estão recebendo merenda desde o início do ano letivo.

Hoje as atividades na secretaria foram reduzidas em virtude da retirada de professores que sofreram remanejo, o que prejudicou o atendimento aos alunos, pais e comunidade que necessitam de atendimento. "No turno da noite a secretaria fica fechada", comentou.

A diretora afirma que o sentimento não é de tranquilidade e teme que a falta de professores tenha continuidade no segundo semestre.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!