A Nova Zelândia foi o primeiro país a receber uma nova década com fogos de artifício e grandes celebrações nas cidades neozelandesas Auckland e Wellington. Austrália, Japão, Hong Kong (China) e Coreia do Sul também já celebram o novo ano.

Brasil

Além do Réveillon em Copacabana, Rio de Janeiro, que deverá reunir mais de 3 milhões de pessoas na orla da praia e 14 minutos de queima de fogos sincronizados, outra grande cidade brasileira fará um belo espetáculo. São Paulo terá 10 minutos de fogos de artifício sem estampidos e de baixo ruído na Avenida Paulista e logo em seguida, show com Lulu Santos.

Em Brasília, onde o presidente Jair Bolsonaro passará a virada de ano, a Esplanada dos Ministérios no Distrito Federal receberá um grande número de pessoas para celebrar a chegada de 2020.

Outras capitais como Florianópolis, Curitiba, Belo Horizonte terão festas de Réveillon. No nordeste brasileiro as tradicionais viradas na praia estão confirmadas com muitos shows em capitais como Salvador, Fortaleza, Recife.

Região

Pela Serra Gaúcha, cidades como Farroupilha, Garibaldi, Carlos Barbosa também terão festas na virada do ano em seus locais centrais da cidade para a população participar.

Deixe o seu comentário!