O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha (Sintrafar), Márcio Ferrari, comentou sobre a seca que vem abatendo as plantações no Rio Grande do Sul.

Conforme Ferrari, as culturas mais atingidas são milho e uva. "Em alguns pontos específicos no município, há parreiras morrendo pela falta de água e se não chover logo, vamos ter perdas de outras variedades”, lamentou.

A produção de pêssegos, já foi colhida e não sofreu tanta perda, mas ainda existe a produção de caqui e kiwi que deverá ter uma queda significativa.

Em relação a uva, as variedades precoces como uva chardonnay, bordô e uva concord, são as mais atingidas porque não conseguem amadurecer. Segundo o presidente, a comissão interestadual da uva já prevê uma perda de 40% da safra deste ano em virtude da seca que persiste no estado.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!