O decreto número 6.773 publicado nesta quinta-feira, 30, proibiu a lavagem de veículos automotores de qualquer espécie, telhados, paredes, calçadas e pátios das residências, além da irrigação de jardins e hortas. Outro item também veda a utilização de água em qualquer atividade que possa caracterizar desperdício. Para a indústria, comércio e residências a restrição do uso de água é ao mínimo possível. Caso as pessoas sejam flagradas cometendo desperdícios, isso implicará em uma notificação e se houver reincidência serão aplicadas sanções cabíveis.

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) está estudando de que forma irá realizar o racionamento no município e na próxima semana deverá informar como será aplicado.

Leia Também

Deixe o seu comentário!