O especialista em tecnologia, Ronaldo Prass, orienta a população sobre o que fazer neste caso de um mega vazamento de dados pessoais que ocorreu no Brasil. Neste episódio que aconteceu no final do mês de janeiro, expôs informações de cerca de 220 milhões de brasileiros. Os dados foram nomes completos, CPF, data de nascimento, além de informações de 104 milhões de veículos e 40 milhões de empresas. Prass destacou que estes dados pessoais podem ser utilizados por golpistas que já cometem crimes desta natureza há muito tempo. Ele salientou que a prática é a mesma e os golpistas mudam um pouco o discurso. O especialista frisou para que as pessoas não repassem em hipótese nenhum seus dados através de ligações telefônicas, mensagens de texto ou qualquer outro tipo de contato.

As pessoas podem acessar os sites do Banco Central para saber se existem empréstimos com o número de seu CPF e o site para saber se o CPF foi vazado.

BANCO CENTRAL – ACESSE AQUI

CPF VAZADO – ACESSE AQUI

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!