A estiagem prolongada e o calor excessivo baixaram muito o nível da barragem do Burati, responsável pelo abastecimento de 80% da cidade de Farroupilha.

O racionamento que havia sido descartado pela gerência da Corsan, agora pode se tornar uma realidade.

Conforme o gerente Elton Luiz Ernzen, a situação é preocupante e diante do consumo diário de água no município, é necessário que a população tenha cautela na utilização. Em entrevista à Spaço FM, ele não descartou um possível racionamento.

Ernzen explicou que a empresa já vem elaborando uma ação emergencial se isso vier acontecer nas próximas semanas. "Nós temos uma sobrevida de 15 dias, depois fatalmente teremos um racionamento na cidade”, ressaltou.

Para que isso não ocorra, é necessário que volte a chover regularmente na bacia de captação, algo que não acontece desde de novembro de 2019.

O gerente também comentou sobre as obras de ampliação na rede adutora e os problemas que foram causados em consequência disto. Muitos bairros registraram água com coloração de barro e outros ficaram se abastecimento por várias horas.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!